5 dicas para treinar durante a gestação

Dores nas costas, prisão de ventre, fadiga e inchaço são uma das principais reclamações de mulheres grávidas. Por isso, atividades físicas podem ser essenciais durante a gestação, e vão muito além do controle do peso. Além de evitar esses pequenos incômodos, uma rotina de exercícios afasta a possibilidade de diabetes gestacional, má postura e comprometimento de condições cardio circulatórias.

exercícios para gestantes


Segundo Renato Albino, coordenador técnico da Academia Gaviões 24h, o ritmo de vida da mulher pode continuar o mesmo, desde que haja limitações e acompanhamento médico. “Quando a mulher tem um bom condicionamento físico antes de engravidar, há maiores probabilidades dela manter um bom nível de atividade durante a gestação”, comenta Renato, acrescentando que “as sedentárias que pretendem iniciar uma nova rotina de exercícios devem optar por atividades de baixo impacto, como caminhadas ou natação, além de começar aos poucos”. Os exercícios promovem tônus muscular, força e resistência, e isso também ajuda a mulher a lidar melhor com o peso extra, além de prepara-la para o esforço do parto e manter o sono em dia. Confira dicas para manter o ritmo de treinos durante a gestação:

Evite alguns exercícios
Treinos com programas de alta intensidade podem precipitar alterações cardiovasculares, comprometendo o bem estar do feto. Assim, como exercícios realizados no chão (de barriga para cima) ou que exijam que a mulher fique de pé por muito tempo, já que podem reduzir o fluxo de sangue para o bebê. “O mais indicado é incluir os exercícios a partir do primeiro trimestre de gravidez, com liberação prévia do obstetra”, indica Renato.

Realize atividades físicas adequadas
Algumas atividades são contraindicadas, como no caso de esportes de contato, como futebol, vôlei e basquete, devido ao risco de choques contra a barriga. Além disso, grávidas também devem evitar bicicleta, patins e andar a cavalo, já que a alteração do centro de gravidade durante a gestação pode resultar em quedas. “Atividades físicas como hidroginástica, yoga, pilates, exercícios aeróbicos leves e musculação com pequenas cargas são indicados, aumentando a qualidade de vida da gestante e do bebê”, afirma Renato.

Utilize calçados e roupas corretas
Durante a gestação, os seios logo exigem atenção. Eles aumentam, ficam doloridos, e pedem tops mais reforçados, de preferência, com alças largas e com boa sustentação. As calcinhas também devem acompanhar a nova silhueta, sendo as com sustentação na barriga as mais apropriadas. Legging  e shorts podem ser as melhores opções para as gestantes, já que não impedem os movimentos e são confortáveis no corpo. Já para os pés, a escolha do tênis necessita de muita atenção para evitar torções e dores na coluna. “É importante que haja um sistema de amortecimento para propiciar mais impulsão em alguns movimentos e amenizar o impacto na hora de pisar”, explica Renato.

Se alimente e hidrate adequadamente
Tão importante quanto praticar exercícios é ficar de olho na alimentação. Se alimentar corretamente antes de qualquer atividade física evita a fome e cansaço, além de manter os níveis de glicose adequados para os músculos poderem utilizá-la como energia. Por isso, é importante não se exercitar em jejum, mas também não treinar de barriga cheia, uma vez que os dois extremos atrapalham o rendimento na atividade. Por fim, não esqueça que a nutrição não diz respeito apenas aos alimentos, mas também à hidratação. “É importante ingerir cerca de 150ml de água a cada 15 minutos para evitar a desidratação, principalmente durante a gestação”, sugere Renato.

Respeite o limite do seu corpo
É imprescindível respeitar os limites do corpo, suspendendo a atividade a qualquer alteração ou desconforto. “Em caso de tontura, falta de ar, sensação de desmaio, sangramento vaginal, dificuldade para andar, contrações ou falta de movimentação do bebê é necessário suspender a atividade física imediatamente”, orienta Renato. Na gravidez, o corpo precisa de mais oxigênio, e por causa do bebê, o organismo terá menos para se exercitar o que torna maior a probabilidade de complicações.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Abacaxi com mel para gripe, tosse e pneumonia

Os 10 blogueiros mais famosos do Brasil

Como tirar manchas de caneta de calça jeans?