Doenças de crianças II: Assaduras

assadurasEm continuação a matéria Doenças de Crianças I, na qual falamos de conhecida amigdalite, agora falaremos sobre as temíveis assaduras, quem tem um bebê sabe que quanto mais cuidamos mais eles estão susceptíveis a essa "doença".  Como identificar? Mas porque ela acontece? E como tratar?


A assadura acontece quando a pele da região genital da criança permanece vermelha, irritada, inflamada, devido à excessiva acidez do xixi do bebê, ao uso de calças plásticas e à demora em trocar as fraldas.

Pode ainda ser causada pelo "sapinho" que sai nas fezes e deixa o bumbum do bebê muito assado. As fezes ficam "quentes" também por causa dos dentinhos que estão nascendo, causando mais assaduras.

É ideal que a mãe amamente o bebê no peito, pois isso diminui a acidez da urina e das fezes do bebê. Se a criança é amamentada ao peito, é útil a mãe seguir a alimentação sugerida para quem amamenta. Água
(de 6 a 8 copos por dia) é fundamental para a mãe que amamenta.

Dicas para manter o bebê longe da assadura:

  1. Não use lencinhos umedecidos nas trocas de fraldas: a limpeza na troca de fraldas deve ser feita apenas com algodão e água morna.  Os lenços úmidos são muito uteis para levar para uma volta, usar uma ou duas vezes, pois eles podem agredir a pele sensível do bebê aumentando o risco de assaduras.
  2. Nada de sabonetinhos em as trocas de fraldas: Se estiver muito sujinho e o algodão não ter jeito, lave muito bem utilizando apenas água morna em abundância. Deixe para utilizar o sabonete neutro apenas para a hora do banho.
  3. Nada de talco: o talco obstrui a pele e a deixa ainda mais irritada. 
  4. Cuidado com os cremes de assaduras: Os cremes anti-assaduras são muito uteis e eficientes, mas usar em grandes quantidades pode obstrui a pele do bebê, o ideal é utilizar uma fina cada a ser renovada a cada troca de fraldas.
  5. Não deixe o seu bebê sujo: As vezes passamos um minutinho da troca de fraldas e pronto é dor de cabeça para vários dias. O melhor remédio, em casos de assaduras é a prevenção.

Plantas úteis:
  • camomila
  • rosa branca
  • tanchagem
  • alecrim
  • babosa
  • óleo de gérmen de trigo.
Para tratar com produtos naturais:
A toda troca de fraldas, lave muito bem a região afetada com água morna e em seguida enxague com a seguinte mistura:
  • 2 colheres de alecrim; 
  • 2 colheres de camomila; 
  • 2 colheres de rosa branca; 
  • 1 xícara de água fervendo.
Faça cada dia uma nova porção e guarde na geladeira. Intercale, usando no lugar do creme indicado a mucilagem de babosa:
  • 3 colheres de mucilagem de babosa, 
  • 3 colheres de suco de alecrim, 
  • 1 colher de sopa de óleo de gérmen de trigo. 
Bata a mistura com espátula e use após a higiene, sempre que trocar o bebê.

Fonte: Recursos para uma Vida Natural.

Relacionadas:
  1. Amigdalite
  2. Assaduras
  3. Brotoejas
  4. Conjuntivite
  5. Sarampo
  6. Em breve mais doenças.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Abacaxi com mel para gripe, tosse e pneumonia

Os 10 blogueiros mais famosos do Brasil

Como tirar manchas de caneta de calça jeans?