Doenças de crianças IV: Conjuntivite

Geralmente, o primeiro sintoma da conjuntivite é a sensação de ter grãos de areia no olho, provocando irritação e coceira. A conjuntiva - uma delicada membrana que cobre a esclerótica (o chamado "branco
do olho") e a parte interna das pálpebras - começa a inflamar, causando vermelhidão e dores. Por vezes, o olho fica também pegajoso e com crostas, principalmente pela manhã, alterando as feições da pessoa atingida.




Conjuntivite


A maioria dos casos decorre de infecções provocada por vírus por bactérias, mas as alérgicas , por culpas dos corpos estranhos no olho e as substâncias irritantes - tais como o fumo, os sprays e alguns cosméticos para os olhos - também podem causar conjuntivite. Nos bebês, a conjuntivite deve-se, por vezes, à obstrução dos canais lacrimais. É preciso atenção: em alguns casos, embora raros, ela poderá ser sintoma de uma doença oftalmológica mais grave, que precisa ser pesquisada sem demora, para não se agravar.

Como a conjuntivite infecciosa é altamente transmissível e se propaga pelo contato entre as mãos e os olhos, a pessoa que estiver infectada deve lavar as mãos com freqüência e separar suas toalhas e seus cosméticos, para que não sejam usados pelos demais, que podem ser contaminados. Se o incômodo não passar depois de dois ou três dias, consulte um oftalmologista para conhecer a causa e a gravidade da infecção, o que lhe permitirá encontrar o medicamento mais adequado.

Há situações em que ocorrem verdadeiras epidemias de conjuntivite que afetam grande número de pessoas numa mesma cidade ou região.

O que dizem as medicinas alternativas
PLANTAS MEDICINAIS

Os fitoterapeutas recomendam lavar os olhos com decocções de centáurea, maravilha, flor de sabugueiro, camomila, cavalinha ou anil-bravo. Aconselha-se ainda a utilização dessas infusões sob a forma de compressas. Utilizar líquidos de lavagens e compressas diferentes para cada um dos olhos. Não lavar mais de 3 vezes para evitar irritações.

MÉTODOS NATURAIS

Auto-ajuda. A vitamina A é aconselhada para muitas perturbações oftalmológicas, mas deve ser tomada sob supervisão se forem utilizadas grandes quantidades ou quando usada durante um período muito prolongado, porque, aí, ela pode ser tóxica. Para maior segurança, tomar sempre em combinação com as vitaminas E - no total de 5 mil a 10 mil VI (unidades internacionais) ao dia. Alguns terapeutas prescrevem também vitaminas B2, B3, B6 e C.

Homeopatia. Aconselha-se lavar ambos os olhos pelo menos 3 vezes ao dia, utilizando-se uma solução de 1 parte de tintura- mãe de Euphrasia em 10 partes de água fervida ou destilada. Também recomenda-se Ferrum phosphoricum - tomar na 6CH de acordo com a opinião do seu médico.

Aconselha-se Aconitum napellus na fase inicial, quando os olhos estão vermelhos, quentes e inchados, como se tivessem grãos de areia, e lacrimnejam após exposição ao frio, ao vento e à luz; Apis mellifica quando existe ardor, comichão, irritação na esclerótica e pus; Ellphrasia officinalis quando os olhos ardem e lacrimejam, causando um pestanejar contínuo e aversão à luz forte; Mercurills corro ivus quando as pálpebras colam uma à outra e existe pus no olho; Pulsatilla nigricans quando houver uma secreção espessa e amarela, com comichão, ardor e uma tendência para TERÇOL; Arsenicum album quando o olho estiver quente e lacrimejante.

O que dizem os médico

A conjuntivite de origem viral tende a desaparecer espontaneamente. Se houver suspeita de infecção, os médicos receitam antibióticos, sob a forma de gotas ou pomada. A conjuntivite alérgica pode ser tratada com lUl1 anti-histamínico em gotas. 


Cuidados gerais com Conjuntivite

O que se deve e o que não se deve fazer 
  • Evite a grama recém-cortada
  • Evite os locais com muita fumaça ou poeira ou tudo que possa irritar os olhos.
  • Use óculos protetores se você trabalhar em local onde se corta metal ou onde existem aparas de madeira, serragem ou lascas que possam penetrar nos olhos. 
  • Use as suas próprias toalhas de banho e de mão, e não as empreste para ninguém. 
  • Remova a obstrução dos canais lacrimais dos bebês massageando suavemente a pálpebra inferior junto ao nariz. 
  • Não tape um olho inflamado com uma compressa - a infecção poderá se alastrar.
  • Não utilize gotas ou loções oftálmicas, a não ser que seja necessário - por vezes, provocam irritação. 
  • Se tiver uma conjuntivite, só toque os olhos quando for necessário e lave as mãos antes e depois, para evitar que a infecção se alastre.

Relacionadas:
  1. Amigdalite
  2. Assaduras
  3. Brotoejas
  4. Conjuntivite
  5. Sarampo
  6. Em breve mais doenças.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Abacaxi com mel para gripe, tosse e pneumonia

Os 10 blogueiros mais famosos do Brasil

Como tirar manchas de caneta de calça jeans?