A reciclagem da moda

A moda está se reciclando todos os dias. Podemos ver isso em revistas antigas, muitas novidades hoje já foram moda na época de nossas mães e avós. Minha dica de hoje é reciclar, reaproveitar antes de sair comprando tudo o que vê pela frente. Ser consumista em um tempo onde alguns tem muito e muitos não tem nada chega a ser desumano e imoral.

Um lugar bom para quem quer estar na moda, comprar e pagar barato são os brechós. E não pensem que brechó é um lugar com cheiro de roupas velhas e antigas, se você garimpar consegue roupas em estado de novas, na moda e por uma mixaria.

Mas vamos ver alguns exemplos de peças que voltaram com tudo e que já foram moda antigamente:

Corselete ou espartilho
O corselete surgiu no séc. XVI, e tinha como objetivo manter a postura e dar suporte aos seios. Parou de ser usada no início do séc. XX, quando foi criado o sutiã. Nos anos 60 a peça tomou um ar de fetiche sendo inventado o espartilho. Em 2010 o corpete voltou com tudo, deixando as cinturas mais finas e os seios em maior evidência. A cantora Paula Fernandes usa o apetrecho para valorizar o corpo violão que segundo ela é genético.

Corselet e Paula Fernandes

Cintura alta
Antigamente tudo era cintura alta e então passou-se a usar o jeans com a cintura baixíssima. Mas como a moda é generosa com a beleza e o bom gosto, voltou com tudo as peças de cintura alta. São calças, shorts, saias, tudo com a cintura alta e bem marcada.

Crochê e tricô
Embora muitas pessoas pensem que é uma moda totalmente retrô e antiguada como podemos ver na novela Lado a Lado as personagens esbanjando beleza e charme em boleros, xales e detalhes em crochê e tricô. Mas a moda está aí para dizer que não. A atriz Maria Fernanda Cândido está aí para provar isso, uma das mulheres mais lindas da televisão brasileira, esbanja charme e glamour num modelito em crochê.

Maria Fernanda Cândido