Relacionamentos: como tê-los e mantê-los

casal feliz
"O casamento é uma instituição moderníssima. Hoje, nada mais obriga duas pessoas a estarem juntas, a não ser o amor", esta frase do ator Wagner Moura representa muito bem os relacionamentos atuais. Hoje, as mulheres não dependem mais do parceiro financeiramente e tão pouco os homens precisam de uma "Amélia" dentro de casa.

Mas, então, o que falta para as pessoas estarem juntas? O que pessoas solteiras procuram em seus parceiros? Por que os relacionamentos não suportam mais anos como antigamente? Betty Dabkiewicz , Coach de Noivas, de Vida Integral e Carreira e com o Professor Victor Guedes, do curso de Psicologia da Faculdade Pitágoras de Linhares e membro do Grupo de Recurso Humanos do norte do Espírito Santo, respondem estas perguntas e dão algumas dicas para quem procura a sua metade.

Em busca do parceiro ideal
As pessoas buscam parceiros que transmitam a sensação de confiança e atitude. "Atualmente, a base dos relacionamentos é a segurança", diz Victor. As pessoas estão em busca de alguém que lhe complete e muitas não entendem que para você se relacionar com outras pessoas você deve ser completa. "Em geral, as pessoas procuram parceiros que sejam complementares emocional, educacional, social e financeiramente, entre outros aspectos que servirem como parâmetro para o casal", comenta Betty.

As grandes dificuldades de um relacionamentos
Ter que compartilhar sua vida com alguém estranho, com a criação completamente diferente da sua é uma das grandes dificuldade dos relacionamentos interpessoais, seja ela entre amigos, colegas de trabalho ou casais. Outras grandes dificuldades é a falta comunicação e esperar demais no outro.
O relacionamento consistem em três fatores importantes: amor, respeito e cumplicidade. Sem algum desses ingredientes faltar a receita do amor irá desandar.

E não se esqueça que a relação a dois é uma troca mútua, um tem que fazer o outro feliz. Não por obrigação, mas por que assim ele também se sente feliz, quando se ama a felicidade do outro é primordial. "Porque as pessoas que estão muito focadas nos seus objetivos pessoais e acabam por perder de vista os seus parceiros, não dando a atenção devida aos seus sonhos, desejos, crenças e valores tão importantes e fundamentais na construção de qualquer tipo de relacionamento", complementa Betty Dabkiewicz.

Dicas para ter uma relação saudável:
  • A escolha da pessoa certa: Você tem que procurar alguém para amar, tem um dito popular que diz que os opostos se atraem, e essa é a mais pura verdade. Todos temos princípios imutáveis, como por exemplo uma pessoa baladeira não conseguirá viver com uma pessoa caseira, por mais amor que exista, pois um dos dois terá que ceder e acompanhar o outro e isso pode ser motivo de brigas futuras.
  • Diálogo: é conversando que as pessoas conseguem se entender, não estamos falando apenas da tão assustadora DR(discutir o relacionamento), mas sim de conversas cotidianas, do dia a dia.
  • Flexibilidade: para o relacionamento dar certo as pessoas não podem entrar armadas como que para uma guerra, tem que haver equilíbrio. Os dois deverão aprender a ceder em certos pontos de vista, se coloque no lugar do seu parceiro e veja se ele não tem um pouco de razão.
  • Respeito: um relacionamento sem respeito não tem alicerce suficiente para aguentar a vida a dois. Temos que seguir sempre do principio que devemos tratar as pessoas como gostaríamos de ser tratados.
  • Ser confiável e poder confiar: não existe nada mais desgastante num relacionamento do que a desconfiança.
  • Divida a sua vida com o seu parceiro: Compartilhar os momentos sejam eles positivos ou não é muito importante para dar sustentação ao relacionamento;
  • Dividir sonhos e planejar o futuro juntos: Casar é unir-se para ter uma vida com outra pessoa, para isso é importante saber onde vocês querem estar daqui 5, 10, 15 anos.
"Não existem fórmulas mágicas, cada casal construirá o relacionamento no seu dia-a-dia. Somente regando essa pequena semente é que haverá a possibilidade de colher os frutos de uma árvore frondosa", finaliza a Betty Dabkiewicz.