Quando inserir alimentos sólidos na alimentação de bebês


Ontem, dia 31 de março, o Fantástico mostrou uma reportagem sobre a importância da amamentação até, pelo menos, seis meses do bebê e o cuidado com a introdução de alimentos sólidos antes dessa idade. Mas existem muitas mães dando frutas, mingau e até mesmo comida para bebês de três ou quatro meses. Segundo dr. Sérgio Sarrubbo, pediatra professor da USP-SP, o organismo das crianças não está preparado ainda para isso, “A criança não tem o preparo adequado do seu intestino para filtrar os alimentos de uma forma adequada. Pelo contrário, quando estimulado inadequadamente, podem predispor o aparecimento de doenças futuras, é a doença celíaca, são as alergias alimentares, fruto da introdução inadequada do alimento precocemente”.




bebê mamando



Mas como proceder quando temos que voltar a trabalhar e o bebê está com apenas três meses? Quando inserir a alimentação sólida? Em primeiro lugar a criança e a mãe tem o direito a amamentação até os seis meses do bebê, e esse direito é assegurado por lei. Se a empresa não ter suporte, colocando uma creche (condição para empresas que tem mais de 30 funcionária em idade gestacional), ela deve liberar a funcionária para a amamentação.

Leia também:
Quais os benefícios da amamentação?
Amamentação: Como obter sucesso nessa nova fase

Outra alternativa muito bem aceita é tirar o leite e deixar para alguém dar para o seu pequeno, não é tão bom quanto pegar o bebê no colo e amamentá-lo, mas ele ficará nutrido e alimentado.

Mas se o leite secou? Esse é um problema muito comum entre as mães. Existe nas farmácias variedades de leite em pó apropriados para bebês que não são amamentados. Procure a ajuda de um pediatra para te recomendar o ideal.

Até os seis meses:

Aleitamento materno exclusivo.

Após os seis meses:
Pode-se introduzir sucos naturais e papinha ( tudo sem açúcar e pouquíssimo sal);
A introdução dos alimentos deve ser gradativa e devagar. Ofereça uma maçã raspadinha e deixe a criança acostumar com essa novidade. Uma dica minha é mesmo que da primeira vez o seu filho não goste de algum alimento, ofereça novamente, pois eles estão formando o paladar e devem conhecer sabores diferentes e se acostumar com eles e as texturas.