Os prós e contras de uma dieta vegetariana

Segundo o relatório "Alimentando um mundo sedento: Desafios e Oportunidades para a segurança hídrica e alimentar", divulgado na Suécia durante a Semana Mundial da Água, em 2050 teremos um grande racionamento de alimentos. Pequenas mudanças nos hábitos alimentares e de como tratamos a terra podem ser úteis para um futuro tranquilo. Ser vegetariano seria uma atitude bem eficaz.


Com toda certeza uma dieta a base de legumes e frutas, teríamos mais saúde e qualidade de vida, pois faz com que o organismo funcione muito melhor. Para deixarmos de ser onívoros e nos tornarmos vegans é uma longa jornada, com dificuldades de adequação. Devemos sempre levar em conta alguns pontos básicos antes de sair comendo apenas legumes e verduras. Nessa matéria veremos os prós e os contras de ser vegetariano.

Vegetarianismo: filosofia de vida ou dieta alimentar?
O vegetarianismo tem sido cada vez mais difundido no Brasil e no mundo. Em tempos onde procuramos qualidade de vida e acabar com enfermidades "sem cura" como o câncer, diabetes, hipertensão, podemos dizer que é uma dieta alimentar muito eficaz. Mas conversando com pessoas que levam a causa a extremos, vemos que o principio é uma filosofia de vida. As pessoas são vegetarianas por respeito a outro ser vivo. Segundo Nathalia Soares , ela se tornou vegan por que " comecei a ter o pensamento de que não precisava matar para poder me alimentar". Existem vários tipos de vegetarianismo que se distinguem entre si, são eles: Veganismo, Ovo-Lactovegetariano, Lactovegetariano, Crudivorista, Frugivorista, Macrobiótico Vegetariano e Semi-Vegetariano.

Benefícios de uma dieta vegetariana
Existem diversos benefícios, pois a carne pode ser a grande causadora de câncer, segundo matéria do Inca. De acordo com o livro Saúde através do Naturalismo (Editora Vida Plena, 2ª Edição), de Antônio Tomé, "o organismo do homem não é carnívoro e sim vegetariano". Uma dieta a base de alimentos naturais facilita a digestão, deixa a pele mais bonita e nos proporciona mais conforto.

Dificuldades de uma dieta vegetariana
Os alimentos provenientes de animais contém vitaminas e proteínas que necessitamos, em maior quantidade que os vegetais. São vitaminas essenciais para nosso dia a dia. Muitas pessoas precisam tomar suplementos vitamínicos para suprir essa deficiência. "A dieta do vegetariano deve ser adequada e buscar compensar os nutrientes não ingeridos através da combinação de vários tipos de proteína vegetal. Outro problema bem importante é que um nutriente que o corpo necessita e que não é encontrado em alimentos do reino vegetal é a Vitamina B12, sendo importante uma suplementação para vegetarianos que não façam consumo regular de ovos, leite e derivados", afirma nutricionista Ana Carolina Bragança, atende na Clínica Nutrissoma.

Como me tornei um vegetariano?
Laura Kim, Vegan há 8 anos nos conta como se rendeu ao vegetarianismo."Em 2003, eu passeava na Praça da República-SP e um guarda-municipal me deu uma revistinha do Instituto Nina Rosa, onde falava sobre veganismo, animais de consumo nas indústrias, testes em animais de laboratório etc. Na mesma tarde me tornei vegan (lê-se vígan). Me senti revoltada com tanta enganação que as propagandas de indústrias alimentícias impõem na gente, e ao mesmo tempo, tanta falta de informação das mídias e falta de esclarecimento por parte dos médicos, que não aconselham o vegetarianismo". Mais informações no site Veganismo no Brasil.

Como me torno vegetariano?
Para se tornar um vegetariano saudável e feliz deve-se tomar alguns cuidados. Não basta acordar de manhã e dizer "não vou mais comer carne". O ideal é procurar um nutricionista e conversar sobre a dieta que você quer seguir. Existem alimentos que podem suprir a necessidade da proteína da carne e de alimentos de origem animal. "O prejuízo é simplesmente cortar carne/ovo etc, por conta própria, sem procurar um profissional que saiba fazer a orientação adequada para a correta substituição", completa a nutricionista.