Faça você mesmo: Mude a cara dos seus móveis

mesa reformadaNo início de um ano novo é normal querer mudar a casa e os móveis. Uma maneira simples e barata de fazer isso é reformar os móveis! E para isto, existem diversas técnicas de pintura, patina ou colagem de tecidos. Para ensinar as suas técnicas e dar algumas dicas conversamos com Cynthia Guazelli, arquiteta urbanista do Studio Otto e com o artesão Marcelo Darghan.


Segundo Cynthia Guazelli é possível transformar móveis antigos em peças únicas, pois "qualquer móvel de madeira pode ser lixado e pintado novamente, podemos mandar laquear em marcenarias especializadas ou pintar com tinta esmalte brilhante e um compressor que dá melhor acabamento".

Marcelo Darghan alerta sobre a importância da limpeza da peça: "Para transformar uma mesa antiga, por exemplo, é importante que ela esteja limpa e livre de vernizes e ceras, esses produtos podem impedir um bom acabamento do trabalho".

Para se aventurar nessa transformação, a arquiteta urbanista sugere que você tenha em casa alguns materiais básicos, como: tecidos, tinta, compressor, papel de parede, cola, grampeador profissional. Para Cynthia Guazelli a decisão sobre qual peça deve ser restaurada deve ser bem pensada em vários pontos. "As mudanças são válidas em peças em bom estado, principalmente aquelas que tem valor sentimental, mesmo com pequenos defeitos que podem ser restaurados ou cobertos com facilidade.

Móveis antigos laqueados estão sendo muito usados na decoração". O trabalho a ser empregado também é muito importante. "Primeiro devemos avaliar onde ela será colocada, como será utilizada (somente enfeite ou utilidade para guardar peças, etc.). Depois verificar qual material é mais fácil de utilizar para atingir o resultado esperado", avalia a arquiteta. Os profissionais deram sugestões de duas peças a serem modificadas. Confira a seguir:

Aparador 
A primeira é um aparador modificado por Cynthia Guazelli, segue a lista dos materiais utilizados:
- Lixa de madeira;
- Espátula;
- Seladora (encontrada em lojas de materiais para reforma e artesanato);
- Tinta esmalte sintético com brilho azul (ou da cor da sua preferência);
- Pincel;
- Compressor.

Passo 1 -
A peça deve ser toda lixada para remover a pátina existente, sendo utilizado a lixa de madeira e espátula em algumas partes mais difíceis.
Passo 2 - Depois é necessário passar uma seladora na madeira e deixar secar por alguns minutos.

Passo 3 -
Dê uma última passada de tinta com pincel para dar o fundo azul. Após secar de outras passadas com o compressor até a peça ficar homogênea (sem imperfeições).

Mesa
A segunda peça é uma mesa. Esta foi elaborada pelo artesão Marcelo Darghan, segue a lista de materiais que você vai precisar:
- Tecido de algodão;
- Cola branca extra;
- Pincel;
- Rolo;
- Tinta acrílica;
- Verniz spray;
- Fita crepe;
- Lixa (se necessário);
- Molde vazado.
Passo 1 - Limpe a peça, se ela tiver algum tipo de verniz ou cera, lixe para tirar esses produtos. (Há produtos no mercado que facilitam esse trabalho).

Passo 2 -
Aplique cola branca sobre a base em que será aplicado o tecido com rolo de espuma.

Passo 3 - Aplique o tecido, alisando de dentro para fora, para evitar rugas e bolhas.

Passo 4 - Espere secar e cole as laterais. Aplique fita crepe para determinar alguns desenhos. É possível usar moldes vazados também.

Passo 5 - Aplique a tinta (contrastante) com pincel de cerdas nos lugares determinados.

Passo 6 - Aplique cola branca sobre o tecido , Espere secar e aplique verniz spray . Há vernizes brilhantes e foscos, opte pelo de sua preferência.

O artesão dá algumas informações importantes para quem quiser trabalhar com tecido:
- Caso seja usado tecido para decoração, esse acabamento com cola e verniz é desnecessário, pois ele já tem acabamento em scotchgard.
- Tecidos sintéticos tem a tendência de manchar.
- A cola não deve ser diluída.

Para ver fotos do passo-a-passo basta clicar AQUI e você será redirecionado para o Flickr.