Os grandes mistérios das novelas

caixa da perpétuaA novela "Além do Horizonte" traz grandes mistérios na sua trama. Entre eles está o desaparecimento de pessoas que, supostamente, vão atrás da felicidade concreta. Há também a Besta do Tapiré, que ataca as pessoas que passam dos limites da cidade e entram na "zona de perigo". As vítimas aparecem mortas com a marca de "besta" no rosto assemelhadas com as garras de um animal.

Na ficção, este tipo suspense é comum e diversas novelas contaram com seres misteriosos, personagens assustadores ou grandes segredos criados para deixar a trama mais interessante. Muitos desses mistérios deram origem a especulações, foram alvos de apostas e viraram matérias do tipo "Quem matou… ?" ou "Quem é o misterioso…?". Vamos relembrar 8 dos maiores mistérios das novelas brasileiras:

Mascarado - 'A Viagem' (1994)
mascaradoUm mascarado misterioso cercava os protagonistas da novela "A Viagem". Algumas pessoas tinham medo dele, como Estela, personagem interpretada por Lucinha Lins. Outras se encantavam e se afeiçoavam, como Dináh (Cristiane Torloni) e as crianças da vila na qual vivia. A verdade sobre o "Mascarado" não demorou até os últimos capítulos. Já no meio da novela Carmem (Suzi Rego) descobre que se trata de Adonay, uma paixão do seu passado, que usava máscara para esconder as cicatrizes de um terrível acidente. Uma das dúvidas era se Adonay e Carmem iriam ficar juntos, mas no final da novela o Mascarado decidiu ir embora sozinho.

O Cadeirudo - 'Indomada' (1997)
cadeirudoO "Cadeirudo" da novela Indomada era um "Tarado Ancudo" que atacava mulheres nas noites de lua cheia. Tudo isso acontecia na cidade fictícia de Greenville. Diversas personagens foram atacadas, entre elas Scarleth (Luiza Tomé), a esposa voluptuosa do prefeito. O mistério durou até os últimos capítulos da novela, quando as beatas da cidade o cercaram e descobriram a sua identidade secreta. Na realidade o Cadeirudo não passava de uma das beatas, Lurdes Maria (Sônia de Paula), que queria amedrontar as quengas e as mulheres que saiam sozinhas à noite. Por fim, juíza Mirandinha, interpretada por Beth Farias, decidiu que não iria prendê-la, pois não havia nenhum crime previsto por lei, já que o Cadeirudo apenas assustava as mulheres.

O Lobisomem - 'Roque Santeiro' (1985)
Na cidade de Asa Branca, terra de Roque Santeiro, as noites de lua cheia era um tanto perigosas, pois um "lobisomem" atacava as mulheres. O principal suspeito dos ataques era o professor Astromar Junqueira (Rui Resende), devido ao seu jeito misterioso e sombrio. Apenas no último capítulo o telespectador confirmou a suspeita e viu o professor se transformando em lobisomem. Mas para as personagens da novela o mistério foi mantido e ninguém descobriu quem era o Lobisomem.

Mulher de Branco - 'Tieta' (1989)
Em Santana do Agreste, como diria Dona Milú (Miriam Pires), havia muito "Mistério". Um deles era o da beata Perpétua (Joana Fomm), que guardava uma caixa a sete chaves. No último capítulo da novela deu-se a entender que era o órgão sexual do seu falecido marido, o Major. Mas o maior mistério era sobre a identidade da "mulher de branco". Ela atacava sempre à noite e suas vítimas eram os homens da cidade. Eles viam o rosto e sabiam quem era a "bandida", mas nunca a entregaram, pois ficavam enfeitiçados por ela. Muitos homens da trama aguardavam ansiosos pelo ataque da "mulher de branco". O mistério foi solucionado apenas no último capítulo, quando foi descoberto que se tratava de Laura (Cláudia Alencar) esposa do Capitão Dário.

Sufocador de Piranhas - 'Duas Caras' (2007)
Em 'Duas Caras' o mistério ficou por conta do "Sufocador de Piranhas". Era um ser misterioso que atacava nas noites de lua cheia as ex-dançarinas e as mulheres da Portelinha, favela fictícia da trama. Quando todos acharam que o Sufocador era Waterloo (Jackson Costa), que estava preso pelos crimes, no último capítulo da novela o ser misterioso fez mais uma vítima, inocentando-o. O verdadeiro Sufocador foi revelado apenas para o público, e as demais personagens jamais souberam que o tarado era Geraldo Peixeiro (Wolf Maya), ex-integrante do grupo de Juvenal Antena (Antonio Fagundes).

O Namorado do Crô - 'Fina Estampa' (2011)
Em 'Fina Estampa' também haviam grandes mistérios, um deles sobre a vilã Tereza Cristina (Christiane Torloni), que era irmã do hippie Álvaro, fruto de uma traição de sua mãe. Mas um mistério maior cercava a personagem de Marcelo Serrado, o Crô. Ele vivia um amor secreto e nem mesmo a sua "rainha do Nilo" Tereza Cristina conhecia a identidade do seu affair. Durante toda a trama a única pista sobre o misterioso namorado de Crô, era uma tatuagem de escorpião que o rapaz levava no pé. Aliás, era a única parte do corpo dele que aparecia na novela. Mas, apesar dos inúmeros suspeitos que apareceram com uma tatuagem igual no pé, a novela acabou sem que ninguém soubesse quem era o amante misterioso.

O Palhaço -'Vidas em Jogo' (2011)
palhaço assassinoNa cidade do Rio de Janeiro, um grupo de dez amigos ganha na loteria. Antes do sorteio eles fazem um pacto, onde cada um promete uma coisa quase impossível de ser cumprida. Quando recebem o prêmio depositam a metade e dividem o restante. No meio da trama aparece o Palhaço. Ele parece disposto a não deixar que os amigos alcancem o seu objetivo e começa a exterminar os integrantes do grupo, matando Andrea (Simone Spoladore), Augusta (Denise Del Vecchio) e deixando Jorge (Sacha Bali) desfigurado. Houve diversas cogitações de quem seria o assassino, provavlemente um dos participantes do "bolão da amizade". Apenas no último capítulo a resposta foi dada ao público, revelando que tudo não passava de uma armação de Adalberto (Luís Guilherme) para proteger o grupo de amigos.

O Disco "Avoador" - 'Flor do Caribe' (2013)
Na praia fictícia de Vila dos Ventos, Candinho (José Loreto) sempre dizia que havia "andado de disco avoador" com sua mãe. Para todos na cidade era um mistério, pois o rapaz contava com riquezas de detalhes a sua "viagem espacial". Nos últimos capítulos da novela o mistério acaba, quando Candinho se lembra do dia que estava no parque de diversões com sua mãe e sofreu um acidente, que foi causado pelo vilão Dionísio Albuquerque (Sérgio Mamberti). Ele era o verdadeiro pai de Candinho e para assustar Maria Adília (Inez Viana), mandou o seu capanga girar mais rápido o brinquedo no qual eles estavam. O brinquedo não aguentou e acabou quebrando, fazendo com que o menino batesse a cabeça e ficasse com problemas psicológicos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Abacaxi com mel para gripe, tosse e pneumonia

Os 10 blogueiros mais famosos do Brasil

Como tirar manchas de caneta de calça jeans?