Quer mudar de emprego ou carreira? Descubra como fazer a transição e ter sucesso

Insatisfação com chefe, colegas, empresa, cargo, salário e até mesmo carreira. Este é um sentimento que cresce a cada dia no mundo corporativo e vem levando muitos profissionais a jogarem tudo para o alto, nem sempre com o devido planejamento. Para dar dicas sobre este assunto conversamos com o coach de carreira, palestrante, escritor e fundador do Instituto MS de Coaching de Carreira, Maurício Sampaio. Ele já publicou os livros “Escolha Certa”, “Influência Positiva - Pais & Filhos: construindo um futuro de sucesso” e “Coaching de Carreira”.

problemas no trabalho

Segundo uma pesquisa realizada pelo Instituto Gallup, com 25 milhões de trabalhadores, em mais de 100 países, apenas 13% dos empregados se sentem engajados com a profissão. As principais causas de insatisfação são falta de comunicação entre líderes e liderados, ausência de alinhamento dos propósitos profissionais e pessoais com os da empresa, e baixa qualidade de vida.

O coach de carreira Maurício Sampaio afirma que esse desgosto é o tema mais recorrente nos atendimentos que realiza.

“Muitas pessoas reclamam que seus chefes não dão feedbacks construtivos, apenas ligam para passar mais tarefas ou chamam para uma conversa para fazer mais cobranças. São poucos os líderes que querem ensinar algo novo ou se importam com o sucesso de seus colaboradores”, afirma o especialista.

Sampaio também relata que boa parte dos profissionais não se sente parte da empresa. “Eles não concordam com as políticas da companhia nem com a conduta dos seus líderes. Muitos permanecem apenas pelo salario e, com o tempo, acabam saindo para buscar uma maior realização.”

Outra queixa comum é com relação à qualidade de vida. “As pessoas desejam estar mais próximas da família, dos filhos e dos amigos, até para recuperar o tempo perdido com viagens a trabalho e expedientes que entravam noite afora. Elas buscam flexibilidade de horário e controle dos próprios resultados.”

Caminhos

Para o coach, mudanças de emprego ou carreira são saudáveis, principalmente quando se esgotam todas as tentativas de melhorar as condições.

“É preocupante quando o profissional, ao acordar, lamenta que vai começar tudo de novo ou não vê a hora de chegar a sexta-feira. Se isso for constante, deve-se tomar uma atitude. Aceite que seu tempo na empresa, profissão ou no negócio acabou. Passe a controlar o seu próprio destino.”

Sampaio lista abaixo 4 passos para fazer uma transição correta, bem planejada, e aumentar as chances de sucesso:

1) Autoconhecimento: avalie os aprendizados e as competências desenvolvidas, para que possam ser aplicadas em um novo desafio profissional.

2) Prazo: defina em quanto tempo você promoverá a mudança e tente seguir esse período à risca.

3) Pesquise: esta é etapa muito importante. Avalie as possíveis oportunidades e confronte-as com a realidade.

4) Estratégia: com a tecnologia e a internet, o mercado abriu várias possibilidades de negócios. Busque o ideal para você, baseado no estilo de vida desejado.

“Apesar de alguns não acreditarem que possam transformar suas vidas, nos últimos 10 anos atuando como coach de carreira eu participei de muitas mudanças tidas como impossíveis. E elas não só se se tornaram realidade como viraram grandes histórias de sucesso. Lembre-se: ninguém tem o poder de ditar seus resultados. Isso só diz respeito a você!”