Como eu perdi 30 kg durante a gravidez

Nunca fui muito a favor de dietas, sempre me aceitei bem como eu sou. Mas tem horas que devemos nos dar conta que está demais. A minha hora chegou quando eu passei para os 3 dígitos na balança. Mas o peso não foi o meu principal objetivo, eu queria me manter saudável para curtir o meu momento.

antes e depois
Quando fui a nutricionista, eu estava com 1 mês gravidez e com a tão temida diabetes gestacional. Dra. Joana me passou uma dieta restrita de açúcares (incluindo massas e arroz) e gorduras. Além disso ela me deu alguns conselhos valiosos sobre a importância do café da manhã, de tomar água (pelo menos 2 litros por dia) e a necessidade que eu tinha de comer frutas e verduras nessa fase da minha vida.

Pode parecer um exagero, mas ela tinha razão. A partir daquele dia segui a dieta e diferente de todas as grávidas que já conheci, eu emagreci e não engordei. Confesso que não foi fácil, principalmente a parte dos doces, minha maior tentação, mas mesmo com alguns boicotes da dieta, durante a gestação eu não engordei nenhuma grama e depois que ganhei a minha filha, perdi 30 kg. Minha filha nasceu saudável com 4,080 kg, resquício da diabetes gestacional, mas graças a Deus não houve outras complicações.

Não vou passar a minha dieta para vocês, pois os nutricionistas me matariam por isso, porque cada pessoa deve fazer a sua avaliação com um especialista, mas vou passar algumas dicas que a minha nutricionista me passou:

 Corte o açúcar da sua dieta;
 Corte as gorduras da sua dieta;
 Evite tomar água com as refeições, a quantidade máxima de líquido é 200 ml;
 Coma em um lugar sossegado;
 A hora da refeição é sagrada e deve ser dedicada apenas à refeição. Nada de ligar a televisão ou falar ao telefone ao mesmo tempo em que come;
 Coma bastante salada, principalmente as folhas (couve, repolho, alface,…)
 Não pule refeições, se alimente a cada 3 horas;
 Coma frutas na sobremesa;

Dieta não é fácil, mas vale a pena, eu com 30 kg a menos consigo acompanhar o pique da minha pequena de 8 meses e embora não esteja caprichando na dieta (que não é aconselhável nessa fase da amamentação) não engordei nada ainda e pretendo manter as valiosas dicas da dra. Joana por minha vida toda.

Não se esqueça: A alimentação é a principal responsável pela saúde e o bem-estar. Somos aquilo que comemos e como comemos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Abacaxi com mel para gripe, tosse e pneumonia

Como tirar manchas de caneta de calça jeans?

Os 10 blogueiros mais famosos do Brasil