Como evitar crises alérgicas no inverno

O inverno é época comum para que ocorra um maior número de crises alérgicas. Um das principais razões é a diminuição da umidade do ar, que provoca maior concentração de substâncias chamadas de irritantes - desencadeadoras de rinites e asma – como poluentes, poeira e odores fortes.

Para a alergista Cláudia Salvini​, professora da Faculdade de Medicina de Petrópolis existem outros fatores que aumentam estes problemas e que podem ser evitados: "Além disso, o uso de casacos e cobertores guardados há muito tempo, nos quais se acumulam poeira e ácaros, também é responsável pelos problemas enfrentados pelos alérgicos nos dias mais frios".

Mas como assim evitados? "Para minimizar os efeitos do inverno, recomendo algumas medidas de prevenção. Caso elas não sejam suficientes para evitar as crises de alergia e infecções das vias aéreas inferiores (que podem provocar asma), é necessário ir ao médico para reavaliar a medicação", afirma a alergista. Siga estas dicas:

Travesseiros:

  • trocar uma vez por ano; 
  • utilizar capas contra ácaros; 
  • preferir modelos com espuma inteiriça;
  • evitar penas e flocos;

Cobertores
Dar preferência a edredons, que acumulam menos poeira

Carpetes
Substituir o carpete por pisos frios ou carpete de madeira

Cortinas
Dar preferência a persianas, que são limpas com maior facilidade

Limpeza

  • Diariamente, com água e sabão; 
  • evitar produtos com odor ativo, como os derivados de amoníaco; 
  • evitar espanadores; 
  • evitar aspiradores que não tenham filtros para reter partículas pequenas


Móveis
Preferencialmente os que contenham bordas lisas e sejam de fácil limpeza

Ventilação
Manter as janelas abertas durante o dia

A especialista conclui: "Caso estas medidas não sejam suficientes para evitar as crises de alergia torna-se necessário procurar um auxílio médico".