Olhos: Terçol é uma doença de inverno

Olhos: Terçol é uma doença de invernoNo inverno podemos ser acometidos  por diversas doenças que já conhecemos como as gripes e resfriados e outras não tão comuns como as conjuntivites e o terçol, que atacam os olhos. Segundo o oftalmologista Bruno Guimarães Novaes, diretor médico do Hospital Oftalmológico Santa Beatriz, o terçol é mais comum no inverno porque a estação está relacionada ao aumento de processos inflamatórios.

O Hordéolo, mais conhecido como terçol, é uma doença oftalmológica comum no inverno. O terçol caracteriza-se como uma inflamação na glândula localizada na pálpebra. Inicia-se como um pequeno carocinho, que apresenta vermelhidão na pálpebra e pode ficar um pouco dolorido.

Os principais sintomas são: vermelhidão e inchação da pálpebra. Após alguns dias ele supura e sai muito pus. Normalmente, cura-se sozinho, em poucos dias. Apesar de ser dolorido, irritante desagradável, não afetam a visão.

Podemos tentar acelerar o processo de supuração aplicando compressas quentes de 2 em 2 horas. Mas tem que ter muito cuidado para não queimar a pele. Evite coçar os olhos para não piorar a inflamação. Em alguns casos é necessário procurar um médico e até tomar antibiótico. Se a pessoa tiver vários casos de terçol, pode ser que esteja com falta de alguma vitamina e o médico pode receitá-la.

Mas não é só o terçol que podem nos deixar com os olhos abertos, conforme relata o oftalmologista: "também é comum diversos incômodos oftalmológicos no inverno, como olho seco, ardência, queimação e sensação de corpo estranho no olhos".