Amor e sofrimento de mãe

Os filhos são os nossos maiores tesouros. Verdadeiros presentes de Deus. Nós, as mães, carregamos os nossos tesouros dentro do ventre, sentimos eles crescendo, centímetro a centímetro, grama a grama. Cada batimento do coração dele é um sorriso e a esperança de uma vida completa.

Tudo fica bonito. Suportamos o enjôo, as dores e o cansaço da gravidez, pois sabemos que logo estaremos perto do maior amor de nossas vidas. É uma espera longa e as vezes até difícil, algumas mulheres enjoam durante os nove meses. Mas tudo vale a pena, é saboroso.



Bebê sorrindo

Pronto, chegou a grande hora. Vamos para a maternidade, a dor é insuportável, mas sabemos que logo vai passar. Você conseguiu durante os nove meses agüentar as dores, os enjôos, daqui a pouco verá os olhos mais lindos do mundo e irá segurar Mundo inteiro em seus braços. Ele nasceu. Que olhos lindos, nariz, boca, orelhas, mãozinhas, pezinhos. Aí meu Deus ele é perfeito, lindo, o ser mais lindo que eu já vi, o maior amor que já senti, chega doer de tanto amor. Você sente vontade de sair correndo e gritando que encontrou seu grande e verdadeiro amor. Psiu!!! Silêncio, ele acabou de dormir, parece um anjo. Como é perfeito.

Os dias vão passando e aquele amor todo que parecia ser o maior amor do mundo só aumenta. A cada dia que passa ele fica mais parecido com você e com o pai, os gestos, as birras. A cada dia que passa ele fica mais lindo e mais esperto. Os anos vão passando e ele vai crescendo, vai virando independente. Ele já não depende de você para tudo, quer conhecer pessoas novas.

E então um dia ele acha que já está adulto, sai a noite. Você manda ir com Deus, lhe dá um beijo, ele retribui. Um abraço apertado, ele diz "aí mãe, para com isso". Você fica na janela vendo ele partir, ele não olha pra trás. Você fica acordada, o sono não vem. Olha um filme, assiste tv, toma um chá. Uma espera que parece não ter fim. Você cede ao sono e acaba dormindo. Ele não chega e você fica nervosa.

Você liga, liga e ele não atende, você pira. Então você liga a tv e vê que houve um acidente, um incêndio. Numa casa noturna, na sua cidade, naquela em que o seu filho, a pessoa mais importante para você, o seu mundo foi naquela noite. O chão some debaixo dos seus pés.
Deus não permita, não . Ele partiu e nunca mais vai voltar. Nunca mais seu sorriso, nunca mais seu abraço, o seu beijo e nem o seu olhar. A dor do parto torna-se pequena e as noites sem dormir por causa da dor ouvido te dão saudades.

Eu não sou uma das mães dessa grande tragédia, mas sofro junto delas e compartilho a sua dor. Minha filha ainda é pequena, mas logo será uma adolescente cheia de sonhos e vontades. Que Deus dê o consolo aos nossos corações e deixe apenas os momentos felizes e bonitos habitarem em nossas memórias. Senhor, que os responsáveis sejam julgados e condenados em seu nome. Amém.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Abacaxi com mel para gripe, tosse e pneumonia

Os 10 blogueiros mais famosos do Brasil

Como tirar manchas de caneta de calça jeans?