10 Dicas para economizar no supermercado e não desperdiçar alimentos

Algum tempo atrás eu já havia escrito uma matéria sobre o desperdício de alimentos para o meu blog: Sustentabilidade: Como acabar com o desperdício de alimentos? Lembrando que hoje é o Dia Mundial em Combate a Fome, nada mais propício que o Yahoo publicar uma a proposta uma matéria neste mesmo gênero, adivinha só quem escreveu? Euzinha, como o Yahoo Contribuidores foi desativado, eis a matéria na integra:

desperdício de alimentos
No mundo são desperdiçados 1,3 bilhões de toneladas de alimentos por ano. Se pensar apenas pelo lado prático e ambiental, todo este desperdício aumenta a poluição do solo e das águas, pois quanto mais alimento produzido, mais água e agrotóxicos são utilizados, prejudicando assim o meio ambiente. Mas o planeta não é o único prejudicado, o seu bolso também sente este impacto, pois quando você joga alimentos fora está "rasgando" dinheiro.


Tudo isso pode mudar e você é uma peça fundamental da luta contra o desperdício. Mas como isso é possível? Começando dentro da sua casa, evitando o desperdício de alimentos, mudando algumas atitudes na hora de ir ao supermercado e fazendo algumas escolhas simples e inteligentes. Mas qual é a recompensa? Além de preservar o planeta, estará economizando. A nutricionista Sandra da Silva Maria, da clínica Gastro Obeso Center e Fábio Góis, cocriador e diretor de conteúdo do site EcoD elaboraram uma lista com algumas atitudes que você deve começar a praticar na sua casa para evitar o desperdício e economizar no supermercado:

Montar um cardápio semanal
"Monte um cardápio semanal, aproveitando os alimentos que tem no armário", sugere a nutricionista Sandra da Silva Maria . Verifique quais ingredientes faltam e então liste tudo para ir às compras. "Após montado o cardápio, faça a lista de compras a partir dele", complementa.

Faça uma lista de compras
A lista de compras é um item necessário quando para levar ao supermercado. Nela deve conter os ingredientes para o seu cardápio semanal. Segundo a nutricionista, ao montar esta lista devemos ter alguns cuidados: "dê preferência a alimentos da safra, pois são mais baratos e de melhor qualidade". Fazer uma lista nos livra dos excessos e do consumismo. "Isso evita aqueles impulsos de levar coisas desnecessárias, como uma bebida que você nem gosta tanto ou um pacote de salgadinhos que engorda e faz um mal danado à saúde", afirma Fábio Góis, que também alerta: "na compra de alimentos perecíveis, leve apenas a quantidade necessária".

Evite as compras mensais
É mais cômodo e economiza tempo, mas segundo Fábio Góis, as compras mensais podem gerar mais desperdícios, ele explica: "prefira ir quinzenal ou semanalmente ao supermercado. Assim você evita comprar produtos que perderão a validade e acabarão no lixo". Um boa opção que o entrevistado sugere são as compras pela internet: "Muitas redes de supermercados já dispõem de serviços de compras pela internet. Além de seguro, o serviço poupa combustível, tempo, dinheiro e estresse".

Opte por alimentos sazonais, orgânicos e locais
Quando compramos alimentos perecíveis devemos ter alguns cuidados extras. A nutricionista sugere: "compre frutas, verduras e legumes da safra". De acordo com Fábio Góis, há produtos que encontramos o ano todo nas prateleiras, mas não devemos comprá-los, "pois estes alimentos são cultivados de maneira a induzir a frutificação. Isso significa usar uma grande quantidade de água e agrotóxicos e lançar poluentes no solo". Uma boa escolha nessa questão são as feiras de produtos orgânicos, que sejam produzidos na própria cidade. "Fique atento à temporada e compre somente o que estiver dentro da estação", complementa Fábio. Este alimentos são mais saudáveis e tem um sabor bem melhor.

Compre apenas o necessário
Ao fazer as suas compras, não esqueça dos produtos perecíveis e de pouca durabilidade. De acordo com Fábio Góis comprar só o que você irá consumir ajuda na economia doméstica e no desperdício de alimentos: "comprando apenas aquilo que vamos consumir, evitamos que frutas, legumes, verduras, hortaliças e carnes estraguem em sua casa ou que produtos passem da validade e acabem no lixo". Outra dica que a nutricionista Sandra da Silva Maria : "compre a quantidade mais próxima de um alimento que está descrito na receita de uma preparação e assim evite os restos na geladeira para quando for preparar uma receita especial". Não se esqueça de dar uma atenção especial as datas de validade, principalmente de produtos enlatados.

Não podemos esquecer dos alimentos que vem em embalagem padronizadas, geralmente parte do produto vai fora. Nesse caso o diretor da EcoD sugere a compra a granel: "diversas feiras e supermercado dão a opção de compra a granel, alguns são até mais baratos que os tradicionais".

Não manipule alimentos na hora da escolha
Segundo Fábio Góis alguns alimentos são muito delicados e não devem ser apalpados, pois isso diminuí a durabilidade do produto. "Toda vez que você manipula algum alimento, como frutas, verduras e legumes, reduz a sua vida útil e aumenta as chances de desperdício". Por isso, evite ao máximo o contato na hora da escolha.

Coma antes de fazer compras
"O ideal é não ir ao supermercado com fome, pois tudo que você relacionar a sua fome irá para o carrinho", afirma Sandra da Silva Maria . Sendo assim, você irá comprar apenas porque está faminta, essas compras podem não ser tão necessárias assim, gerando um desperdício. "Faça um lanche ou uma refeição e não vá às compras de barriga vazia", sugere Fábio Góis e complementa: "bem alimentado e com a ajuda de uma lista de compras fica mais fácil comprar somente o que for preciso".

Deixe as crianças em casa
As crianças são seres consumistas. Tudo o que veem ou é novidade elas querem, com isso suas compras podem sair do controle e se desviar da sua lista. "Não leve as crianças, pois a sua lista vai ficar muito além das suas previsões", sugere a nutricionista.

Cuidados ao cozinhar e não desperdiçar

Na hora de cozinhar existem duas alternativas:
  • Cozinhe pequenas quantidades: para a nutricionista Sandra da Silva, o ideal é fazer pequenas porções. "Ao cozinhar, não faça grandes quantidades, evitando as sobras" e complementa: "se sobrar algum alimento, reaproveite-o elaborando novos pratos". 
  • Cozinhe tudo e congele: para Fábio Góis a melhor maneira de reduzir gastos e diminuir os desperdícios é fazer vários pratos e congelar as porções certas para o consumo. "Depois basta guardar no freezer e reaquecer no dia de consumi-la. Essa prática ajuda a economizar ingredientes e energia".
Reaproveite os alimentos
Para não jogar comida fora, aproveite bem os seus alimentos. A nutricionista Sandra da Silva Maria dá algumas dicas:
  • Deixe um dia da semana fazer uma refeição com as sobras;
  • Retempere o arroz, adicionando cenoura, milho ou ervilha;
  • Se sobrou legumes faça uma torta de liquidificador com recheio de sobras de legumes cozidos;
  • As sobras de carne assada viram uma deliciosa farofa de carne desfiada;
  • Legumes cozidos podem virar um suflê;
  • Podemos aproveitar os talos, folhas e cascas das frutas, legumes e verduras fazendo caldos e bolinhos. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Abacaxi com mel para gripe, tosse e pneumonia

Como tirar manchas de caneta de calça jeans?

Os 10 blogueiros mais famosos do Brasil