Trabalhe o seu marketing pessoal e motive-se

marketing pessoal Quando falamos em Marketing Pessoal, logo vem a cabeça a autopromoção. Mas para Marcos Sousa, Palestrante e Diretor da Superação Treinamentos e Consultoria é algo mais importante do que a simples propaganda pessoal: "Considero que cada profissional deve cuidar do seu marketing pessoal, independentemente da contratação de algum profissional especializado. Ele começa quando desenvolvemos competências e agregamos valor naquilo que fazemos".

O palestrante ainda complementa: "Afinal, não queremos divulgar uma embalagem bonita para alguém comprar e descobrir que o conteúdo é decepcionante. Acredito que a melhor forma de se diferenciar, pois o marketing pessoal trata de diferenciação, é ter algo realmente diferente e melhor para apresentar na vida pessoal e profissional. Afinal, o marketing pessoal tem mais a ver com o que você faz na vida pessoal do que profissional. O marketing pessoal deve trabalhar mais no nível de quem você é (e pode ser) do que no que você faz (e pode fazer) pelos outros".

Segundo Marcos Sousa o marketing pessoal é importante para mostrar nossas forças, nosso potencial, nossas competências e de que modo podemos ajudar pessoas e organizações. "Mais importante ainda ele será quando nos mostrar quem somos (estado atual), o que precisamos ser para alcançarmos um objetivo pessoal ou profissional (estado desejado), quais recursos precisamos adquirir e principalmente o que devemos fazer para alcançarmos o que tanto queremos. Devemos trabalhar no nível de ação e não só de falação".

Dicas do palestrante para trabalhar o marketing pessoal e garantir mais vendas para empresa e produtividade para o dia a dia:

- Competência: Desenvolver novas competências, especialmente, em técnicas de vendas, negociação, comunicação, oratória e PNL (Programação Neurolinguística).

- Investimento: Participar de cursos, clubes sociais e eventos noturnos. Costumo dizer que o sucesso de um profissional, especialmente de vendas, tem mais a ver com o que ele faz fora do horário de serviço do que dentro do horário, afinal, todos costumam ter ou seguir uma mesma rotina (reuniões, visitar clientes, redigir propostas, conversas ao telefone…).

- Conhecimento: Mais importante do que quem você conhece é quem conhece você. Então, mais importante do que conhecer todo mundo é ser conhecido e reconhecido naquilo que você faz.

- Busque seus Semelhantes: Estar cercado de pessoas bem-sucedidas, que têm projetos de crescimento e que são positivas. Você é a média das 5 pessoas que você passa mais tempo no trabalho. Semelhante atrai semelhante e falam de coisas semelhantes. Então, escolha bem seus semelhantes.

- Comunicação: Mais importante do que fazer é falar o que fez, pois muitos não se comunicam e não anunciam o que fazem na empresa. Resultado: não chamam a atenção de chefes e clientes. Agora claro que o limite é a humildade e não querer ofuscar ou ser melhor do que ninguém.

- Cuidado com as Redes Sociais: Usar as redes sociais de modo inteligente. Eu não preciso falar com uma pessoa para saber o que ela é, pensa, sente ou age. Basta acessar suas redes sociais que descobriremos seus reais valores. Ainda que não falemos nas redes sociais, estamos constantemente comunicando algo através delas. Muita atenção com comentários que trazem preconceitos, ódio, rancor, inveja, dentre outras coisas negativas.

- Vista-se bem: Uma vez li num livro uma dica valiosa: "Vista-se igual as pessoas que ocupam o cargo que você deseja em vez de se vestir igual a todos do seu cargo atual. Afinal, seus diretores e gerentes já irão ver você com outros olhos".

Mas para alcançar os seus objetivos é importante manter a motivação em alta, para que isso seja possível siga as dicas de Marcos Sousa:

- Alimente a sua motivação: "Assim como alimentação, exercícios físicos e sono, a nossa motivação também deve ser alimentada diariamente e repetidas vezes no mesmo dia. Afinal, são vários e muito repetitivos os fatores, problemas e obstáculos que nos desmotivam. Pense a respeito do que te faz infeliz num dia normal de trabalho? Agora pense no que te faz feliz? Descobrirás que se torna aborrecido e infeliz mais facilmente do que feliz, porque tem mais razões que o desmotivam do que as que o motivam. Embora pareça papo de autoajuda, o esforço e tempo de pensarmos positivamente é o mesmo de pensarmos negativamente, mas os resultados são bem melhores".

- Tenha um propósito: "Outra forma poderosa de manter a motivação em alta é desenvolver não a motivação, mas sim ter um propósito, pois quando você tem um propósito na vida (razão pelo que viver) muito forte, você pode encarar muitos fatores que desmotivariam qualquer um que não o tenha. Quem tem propósitos desenvolve naturalmente motivação. Quando faço palestras em incontáveis finais de semana longe de meu filho e esposa não penso no que estou perdendo, mas no que estou agregando na vida de tantas pessoas que já participaram de minhas palestras e cursos. Penso na transformação que estou promovendo na vida de tantos, no lugar de pensar só na minha vida".

- Outras dicas: "ler livros de autoajuda, fazer esportes, estar cercado de pessoas positivas, assistir menos jornais sensacionalistas, trabalhar em instituições de caridade, fazer cursos de desenvolvimento pessoal e superação pessoal (coaching, PNL, liderança), passear e viajar mais, dar valor as pequenas coisas da vida como tomar sorvete numa tarde, e pensar que a vida é mais do que simplesmente acordar e trabalhar até receber o pagamento no final do mês".

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Abacaxi com mel para gripe, tosse e pneumonia

Como tirar manchas de caneta de calça jeans?

Os 10 blogueiros mais famosos do Brasil