Perguntas e respostas sobre o Zika vírus

Depois da Dengue, que todos os anos causa preocupação na população, agora é vez do Zika vírus. O novo vilão da nossa saúde é praticamente um desconhecido e a maioria das pessoas não sabe bem o que ele é, como age, como se propaga, como é transmitido e quais os problemas de saúde que ele causa. Mas com as notícias recentes sobre o surto de microcefalia em bebês muitas pessoas, principalmente as gestantes, estão procurando se informar. A seguir vamos conhecer um pouco mais sobre esse novo vírus e conhecer dicas sobre como as mulheres grávidas e outras pessoas podem se proteger dele.

Perguntas e respostas sobre o Zika vírus

O que é o Zika vírus?

O que se sabe é que o vírus desembarcou no Brasil em 2015, ano da Copa do Mundo, trazido de fora por algum turista, mas não se sabe ao certo. A boa notícia é que o Zika vírus não é muito agressivo. Tanto que é possível que muitas pessoas já possam ter sido infectadas e ter se curado sem nem mesmo se dar conta.

Quais os sintomas do Zika vírus?

Os sintomas do Zika vírus são muito parecidos com o de uma gripe comum. Ele provoca dores no corpo, a pessoa fica com uma febre intermitente e podem surgir manchas vermelhas na pele que podem coçar. Em grande parte das vezes as pessoas contaminadas pelo vírus nem chegam a procurar o médico. Ainda mais que os sintomas desaparecem dentro de 3 a 7 dias e a cura ocorre naturalmente em até 10 dias.

Quais as formas de transmissão do vírus Zika?

Até onde se sabe o vírus Zika é transmitido apenas pela picada do mosquito Aedes Aegypti, Esse bichinho é um inseto bem conhecido dos brasileiros, já que está em todos os lugares e é responsável pela proliferação de várias doenças, sendo que a mais conhecida é a Dengue.

Quais doenças estão relacionadas ao Zíka vírus?

O Zika vírus é ainda muito novo e pouco conhecido. Não se sabe ao certo quais doenças estão associadas ao vírus. Sabemos, por enquanto, que não se trata de um vírus agressivo e não há notícias de mortes, por exemplo, causadas por ele.

A maior preocupação no momento são com as gestantes, pois o Ministério da Saúde encontrou relação entre o aumento dos casos de microcefalia em bebês após as mães terem sidos contaminadas pelo Zika vírus.

Também estão surgindo notícias da relação entre o vírus Zika e a Síndrome de Guillain Barré, que causa paralisia dos músculos da perna e se estender ao sistema respiratório, levando à morte se não for tratado. Mas os dados ainda são escassos e sabe-se apenas que os casos dessa paralisia tem aumentado nos locais onde osa casos de Zika também aumentaram.

Como se proteger do Zika vírus?

O agente transmissor do Zika vírus é o mesmo pernilongo que transmite a dengue. Logo os cuidados para que o mosquito não se prolifere continuam os mesmo. Ou seja, devemos eliminar os focos de água parada. Essa é a principal dica para o Aedes aegypti não se reproduzir. Ainda mais agora com o verão chegando.

Em seguida devemos tentar nos proteger do mosquito. E isso vale para todas as pessoas, não só as futuras mamães. Colocar telas nas janelas, usar repelente e vestir roupas mais compridas (quando for possível) são algumas das coisas que podemos fazer para se manter longe do Zika vírus. Embora a maior proliferação do mosquito ocorra ao amanhecer e ao por do sol, é preciso saber que o mosquito pode entrar em casa mesmo durante o dia.

Em relação ao repelente aqui vai uma última dica: é indicado o uso de repelentes que contenham a substância icaridina, pois este é o que tem maior eficácia para afastar o mosquito da Dengue e logo o mosquito transmissor do Zika vírus.