Mexeu com uma, mexeu com todas: Campanha contra machismo e assédio sexual

A campanha contra o assédio sexual "Mexeu com uma, mexeu com todas" ganha força e se espalha pelo Brasil. Outras emissoras também aderem a campanha e vestem a camiseta. Muitas pessoas estão apoiando Su Tonani, a figurinista que foi assediada pelo ator José Mayer, mas em contrapartida, existem pessoas justificando as atitudes do ator. Alguns colegas de profissão disseram que foi apenas uma brincadeira fora de contexto ou que são coisas que acontecem.

Mexeu com uma, mexeu com todas



Para relembrar o caso:  Su Tonani, figurinista da novela "A lei do Amor" denunciou o ator José Mayer por assédio sexual em carta aberta... Leia mais...

A mídia, as atrizes e as mulheres em geral não estão crucificando o ator, o que elas procuram é justiça. Elas querem que crimes como este não fiquem impunes, não porque ele é um ator famoso, mas sim porque é um homem que se aproveitou da sua posição superior a da mulher para humilhar e assediar física e moralmente. Os protestos das funcionárias não são contra o colega José Mayer, mas sim contra o machismo, o assédio sexual e o assédio moral. Leia mais sobre os protestos.

O assédio sexual é mais comum do que podemos imaginar e está em todas as áreas. Existe assédio nas escolas, hospitais, supermercados. O importante é a mulher assumir a postura e denunciar, não se intimidar pela posição do assediador. Sei o quanto é difícil, mas aceitar calada dará a impressão de aceitação.

Para denúncias a vítima pode ligar 180.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Abacaxi com mel para gripe, tosse e pneumonia

5 dicas de como ser solidário nos dias de hoje

Como tirar manchas de caneta de calça jeans?