Encontrando Deus na cadeia

Sei que posso chocar algumas pessoas, mas por que os criminosos, principalmente aqueles que sabem que ninguém ficará do lado deles, se convertem na cadeia? Conheço a bíblia, sei da parte onde está escrito que quem não vir por amor, virá pela dor, até aí tudo bem, aceito e acredito na conversão do pecador e bandido, mas tornar este fato público e ficar pregando para outros como se o fato deles terem cometido crimes, Deus tenha escolhido para serem pessoas que iram levar o evangelho a frente, eu não posso aceitar.

Daniella Perez

Nas igrejas que frequentei  quase todas, com raras exceções, o pastor se dizia ex-drogado, ex-ladrão, e ex-não sei o que lá. O que nos leva a crer que apenas quem comete crimes é que se converte e se torna pastor. Gosto de ir a igrejas e ouvir a palavra de Deus, mas geralmente o que ouvimos é o homem, que pede dinheiro, que mente ser de família humilde, ou que tem uma vida invejável, com esposa e filhos perfeitos.

Este ano completa 20 anos do assassinato de Daniella Perez. Fiquei chocada e ofendida quando o seu algoz foi em rede nacional e disse para quem quisesse ouvir que ele não se arrepende. Como assim não se arrepende? Na minha humilde opinião este deveria voltar para trás das grades. Declarar-se culpado e não se arrepender, como um monstro desses pode falar que encontrou Deus graças ao crime que cometeu.

Não sei vocês, mas eu acredito num Deus do amor, da justiça e da paz. Não posso crer que o meu Deus absolva um cretino desses que nem se arrependeu pelo seu pecado. Eu creio que DEUS salva e perdoa essas pessoas que cometem atrocidades, mas por favor, daí a pessoa ir na televisão 20 anos depois e dizer que agradece ter cometido aquela atrocidade, pois assim encontrou Jesus. 

O problema é que muitos presidiários vão querer entrar nessa onda. Vão se converter, trabalhar e se comportar na prisão e depois que saem de lá e cometem os mesmos crimes. Ou temos que ver estas pessoas falando em nome de Deus em entrevistas, como fez o ator Guilherme de Pádua que desferiu 18 tesouradas na atriz e nem pensou em dar a ela uma segunda chance. 

Se esta moda pega, daqui alguns dias teremos pedófilos, sequestradores, assassinos, agressores, traficantes e até políticos montando sua própria igreja, que seria denominada "A salvação no crime", ou "Irmãos na criminalidade" ou alguma coisa assim. 

Falta a estas pessoas a humildade de pedir perdão pelo que fizeram, mas em vez disso ficam se glorificando e dizendo que Deus os perdoou. Eu simplesmente acho que a violência e a criminalidade está sendo banalizada demais, devemos rever nossos conceitos, pois não é certo as pessoas matarem umas as outras, este é um dos 10 mandamentos, NÃO MATARÁS.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Abacaxi com mel para gripe, tosse e pneumonia

Os 10 blogueiros mais famosos do Brasil

Como tirar manchas de caneta de calça jeans?